3 Dicas como Escolher um Perfume

Home  /  3 Dicas como Escolher um Perfume
3 Dicas como Escolher um Perfume

Nos últimos dias várias pessoas me desafiaram a escrever algo sobre a melhor forma de escolher perfumes. Pessoalmente considero este tema de primordial importância porque uma melhor escolha de um perfume irá reduzir o número de perfumes vendidos e isso tem um impacto ecológico muito positivo. Daí considerar um tema muito importante. 

Eis algumas das minhas dicas.

Conhecer bem os gostos: todas as informações, repito todas, que tiver sobre mim ou sobre a pessoa a quem vou oferecer um perfume são bastante relevantes. Quais os perfumes que já usei e gostei, quais os ingredientes cujo arrasto olfactivo mais gosto, quais os pratos gastronómicos mais gosto, quais as cores, o local para passar férias, etc... Quanto mais informação melhor a escolha.

Reagir ao impulso: um perfume tem, tipicamente, as chamadas Notas de Topo, Notas de Fundo e Notas de Coração. Usualmente exprimentamos um perfume na pele ou num blotter e sentimos, na verdade, só as Notas de Topo e as Notas de Fundo. Temos de reagir ao impulso de comprar o perfume: aplicamos na nossa pele ou no blotter e esperemos uns minutos (se estiver num centro comercial dê uma volta por outras lojas, por exemplo).

Exprimentar no máximo 3 perfumes: o meu cérebro tem capacidade para distinguir 3 aromas diferentes; com muito treino será capaz de distinguir 5 aromas diferentes. Um truque para aumentar a nossa capacidade de distinguir novos aromas é cheirar café em grão (elimina a nossa memória olfactiva temporária) mas não deve ser prática recorrente.

    Estas são as 3 dicas mais importantes que eu recomendo tanto para comprar um perfume para mim como um perfume para oferecer. Os motores de aconselhamento de perfumes estão ainda numa fase muito embrionária portanto requisitem amostras de perfumes sempre que for possível. Na nossa loja pode sempre falar connosco ("Chat with us" no botão inferior direito) ou pedir amostras de alguns perfumes.

    Boas descobertas de novos perfumes!

    José Cândido | Dezembro 2018